Compartilhar share

Ameosc realiza reunião com colegiados de Saúde

Publicado em 09/11/2022 às 14:36 - Atualizado em 09/11/2022 às 14:36

A Associação dos Municípios do Extremo-Oeste de Santa Catarina – Ameosc, realizou na tarde desta terça-feira (8), uma reunião no auditório da entidade, com os colegiados dos Secretários de Saúde e a Comissão Inter Gestores Regional – Região de Saúde Extremo Oeste - CIR, pautando assuntos importantes na área da Saúde regional.
Conforme o coordenador do Colegiado dos Secretários de Saúde, Alfredo Spier, foram aprovados novos prestadores, em diversas áreas de Saúde. Uma das pautas principais, foi a dengue e as medidas de combate ao mosquito Aedes Aegypti. “Sobre a Dengue, foram ouvidos os secretários, que apontaram a necessidade de alertar a população sobre a expansão da Dengue, em razão da estação do ano. Com a chegada do verão e os aumentos de temperaturas é necessário reativar as ações de conscientização e combate à Dengue”, argumenta Spier.
Estiveram presentes na reunião o diretor e responsáveis pelo Instituto Santé, que gerencia o Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, de São Miguel do Oeste, pelo Hospital São Lucas, de Guaraciaba e recentemente pelo Hospital de São José do Cedro. Na oportunidade, foram apresentados os serviços prestados e especialidades. Além de assuntos gerais, também, foram abordados assuntos relacionados as cirurgias eletivas, a celeridade nas filas de espera e o comparecimento de pacientes nas consultas agendadas, de acordo com a coordenadora do CIR e secretária de Saúde de Guaraciaba, Daiane Dorigon.
“Em relação as cirurgias eletivas que estão sendo realizadas no Hospital Regional de São Miguel do Oeste, através da Política Hospitalar Catarinense, debatemos diversos assuntos importantes. Temos os pacientes que estão que aguardo em fila de espera e estão sendo chamados para uma reavaliação e posteriormente sendo realizado o procedimento cirúrgico. Salientamos que é de suma importância que os municípios mantenham essas listas atualizadas e que os pacientes que já realizaram procedimento comuniquem a sua Secretaria de Saúde, para que as vagas possam ser liberadas e possamos atender quem está aguardando pelo procedimento. Ainda, precisamos fomentar a importância do comparecimento dos pacientes para as consultas e procedimentos agendados, que ainda é um gargalo na Saúde Regional. Quando um paciente falta, além de atrasar o procedimento, outros pacientes poderiam ter sido atendidos”, ressalta Daiane.
Casos de Hanseníase na região
A região Extremo-Oeste de Santa Catarina confirmou mais 12 casos de hanseníase recentemente. A pauta também foi abordada na reunião com os secretários de Saúde, tendo em vista a importância das capacitações para que as equipes de Saúde estejam preparadas para saber diagnosticar a doença.
“A doença ainda está presente na grande maioria dos nossos municípios. Recentemente, foram confirmados mais 12 casos, dado que nos traz um alerta importante na capacitação dos profissionais para identificarem os sintomas e diagnosticarem a doença”, afirma Daiane.


Galeria Multimídia

{{grupo.nome}}
  • {{grupo.items.length - 12}}
    {{item.codGaleriaMultimidiaItem}}
Fechar