Compartilhar share

Região – 1º Seminário de Farmácias Vivas é realizado em Descanso

Publicado em 21/09/2022 às 17:15 - Atualizado em 21/09/2022 às 17:15

Nesta terça-feira (20), foi realizado o 1º Seminário de Farmácias Vivas, no município de Descanso. A iniciativa do Observatório Catarinense das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde da Universidade Federal da Fronteira Sul, em parceria com a Associação dos Municípios do Extremo-Oeste de Santa Catarina, Município de Descanso, Instituto Federal de Santa Catarina – IFSC, campus de São Miguel do Oeste, Pastoral da Juventude, Epagri, Consórcio de Desenvolvimento Regional, Comissão Intergestores Regional (CIR) Extremo-Oeste, Unetri, OC-Piscs e Cis-Ameosc.
O objetivo da atividade é instalar e promover adesões para o Arranjo Produtivo Regional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos. Mais de 220 profissionais dos municípios de abrangência da Ameosc estiveram presentes, compartilhando experiências e debatendo pautas relacionadas ao assunto. Ao final, foram realizados os encaminhamentos para adesão ao programa.
Para o presidente da Ameosc e prefeito de Anchieta, Ivan Canci, a atividade marca um novo momento do assunto na região. “Foi um evento marcante, onde juntamente com todas as entidades envolvidas, inaugura um novo momento de organização, planejamento e discussão de uma estrutura regional pensando em criar condições para que os municípios acessem a fitoterapia e seus produtos nas farmácias básicas, atendendo a população por um lado e economizando recursos por outro. Foi um marco por retomar esse debate e encaminhar para que os municípios façam a adesão a esse projeto, e em seguida sejam discutidos os próximos passos que é estruturas o programa na região e criar condições de espaço, de beneficiamento e produção dessas plantas nos municípios beneficiados”, avalia.
Conforme o Coordenador do observatório catarinense das Pics e secretário executivo do fórum parlamentar das Pics da Alesc, Elvis Giacomin, que conduziu o evento, a avaliação é positiva.
“Foi um excelente evento em termos de sensibilização, de contato e de ser um assunto pertinente, fica evidente pelo nível de participação de mais de 20 municípios. Foram dados diversos encaminhamento em termos gerais, estabelecendo datas e dinâmicas, o que é motivador do ponto de vista de engajamento. Você começa a sinalizar realmente os movimentos que vão para além do discurso, e isso é fundamental na proposta de fazer a diferença. No arranjo produtivo de plantas bioativas e fitoterápicos para região é realmente uma possibilidade real de aperfeiçoar, levar qualidade de vida e promover uma economia circular e desenvolver a região. É uma possiblidade que se abre e traz a possibilidade de trabalharmos com a saúde de uma forma integral”, finaliza o pesquisador e extensionista.


Galeria Multimídia

{{grupo.nome}}
  • {{grupo.items.length - 12}}
    {{item.codGaleriaMultimidiaItem}}
Fechar