Prefeitos da região da Ameosc realizam primeira assembleia presencial de 2021

Publicado em 27/01/2021 às 16:00 - Atualizado em 27/01/2021 às 16:02

Assembleia foi realizada na Câmara de Vereadores de São Miguel do Oeste
Créditos: Ascom Ameosc Baixar Imagem

A Associação dos Municípios do Extremo Oeste de Santa Catarina (Ameosc) realizou nesta terça-feira (26) a primeira assembleia de prefeitos presencial do ano de 2021. A reunião foi realizada no plenário da Câmara de Vereadores de São Miguel do Oeste e contou com uma apresentação dos serviços que a Associação presta aos municípios, além da apresentação da equipe composta por oito colaboradores.

 Desde o início da pandemia da Covid-19, em meados de março do ano passado, as assembleias têm sido realizadas por meio online, como medida de prevenção. No entanto, neste início de mandato com novos prefeitos na região composta por 19 municípios, o objetivo da assembleia presencial foi ter um primeiro contato para que fosse possível colocá-los a parte das ações e serviços realizados pela associação.

O presidente da Ameosc, prefeito de Princesa, Edilson Miguel Volkweis explica que o encontro foi aberto com assembleia do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Regional (Conder), responsável pelos projetos ambientais nos municípios associados e do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Extremo Oeste (CIS-Ameosc).

Em seguida, teve início a assembleia de prefeitos onde o principal assunto tratado foi o retorno das aulas. O presidente diz que os municípios reconhecem a importância da retomada, mas enfatiza que é preciso responsabilidade nas decisões levando em consideração a situação atual.

“Sabemos que existe uma grande necessidade do retorno às aulas porque isso está causando um prejuízo irreversível na alfabetização das crianças. Mas é preciso ter responsabilidade por que tem que se contratar professores ACTS (Admissão de Professores em Caráter Temporário), transporte escolar, merenda escolar, limpeza. Uma vez que se faz esses contratos, para gerenciar é complicado se caso tiver que paralisar novamente. É preciso ser bem debatido para que volte com segurança e responsabilidade”, reforça.

Outro tema tratado foi a retomada das obras na BR-163, trecho que liga São Miguel do Oeste à Dionísio Cerqueira. Conforme Volkweis, o projeto está pronto e a empresa responsável aguarda pela liberação do orçamento para iniciar os trabalhos. “Ficou decidido que vamos tentar uma audiência com o Ministério dos Transportes para pressionar pelo início das obras. A ideia é que o maior número de prefeitos se faça presente nessa audiência para pressionar e mostrar que a nossa região não aceita mais ficar tão esquecida”, destaca.

As obras da nova sede da Ameosc também estiveram na pauta da assembleia. Construído no Bairro Agostini, próximo à Unidade de Pronto Atendimento 24h, o novo espaço contará com uma área total de 746,64 m². O município de São Miguel do Oeste fez a doação do terreno de 1.716 m² e o prédio está sendo erguido com recursos da venda da antiga sede, arrematada em leilão na metade do ano passado.  A meta é as obras estejam concluídas até julho, mês que marca o cinquentenário da Associação.

Apesar do primeiro encontro do ano ter sido presencial, a ideia da Associação é manter as demais assembleias em caráter virtual para reduzir o risco de transmissão do vírus. “Essa é uma ferramenta que veio para ficar. Muitas vezes tem um custo dos prefeitos se deslocarem  a São Miguel do Oeste para participar da assembleia. Muitas coisas podem ser resolvidas através do meio virtual. Eventualmente vai se fazer uma assembleia presencial, mas enquanto perdurar a pandemia e não tivermos uma segurança, certamente todas as assembleias vãos ser virtuais”, finaliza.