Presidente da Ameosc participa de audiência virtual com Amuceleiro e DNIT sobre construção de ponte na divisa entre RS e SC

Publicado em 08/10/2020 às 11:55 - Atualizado em 08/10/2020 às 11:55


Créditos: Divulgação Baixar Imagem

O presidente da Associação dos Municípios do Extremo Oeste de Santa Catarina, prefeito de São José do Cedro, Plínio de Castro, participou de uma audiência regional nesta quarta-feira (7), a convite do senador José Carlos Heinzen, do Rio Grande do Sul. A audiência online foi proposta pelo Senador e pela Associação dos Municípios da Região Celeiro (Amuceleiro) e contou com a participação do presidente da associação, o prefeito de Braga, Carlos Alberto, o diretor geral substituto do DNIT em Brasília, Euclides Bandeira, além de prefeitos da região.

O objetivo foi de discutir sobre a federalização da BR-163, no trecho que compreende o Rio Grande do Sul, de Itapiranga até Tenente Portela. Castro explica que essa discussão já é antiga e o que se busca a partir da federalização, tanto no trecho catarinense como o do Rio Grande do Sul, é a construção de uma ponte no Rio Uruguai. “No trecho catarinense, já foi concluído toda a parte que compreenderia a Santa Catarina, inclusive o Governo do Estado já assinou a doação desse trecho rodoviário da BR-163 do trevo de São Miguel do Oeste até Itapiranga, já repassou isso para o DNIT. Isso está no Ministério dos Transportes, em Brasília. O ministro ainda não assinou o recebimento e tão dizendo que está projetado para maio por falta de orçamento”, explica.

Ainda segundo o presidente, o trecho rodoviário do Rio Grande do Sul está mais atrasado, precisando inclusive que o governo gaúcho faça o levantamento e depois encaminhe para a Assembleia Legislativa um projeto de lei pedindo autorização para fazer a doação. “Isso para depois o governador do Rio Grande do Sul fazer esse repasse também ao Ministério dos Transportes. E daí começa todo trabalho para a tão sonhada construção da ponte do Rio Uruguai, que pra nós é motivo de desenvolvimento também de toda região de fronteira e daquela região do Rio Grande do Sul”, menciona.

Durante as discussões, Castro ainda aproveitou a oportunidade para questionar o DNIT sobre a ordem de serviço para a recuperação da BR-163, no trecho que compreende o Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Guaraciaba até Dionísio Cerqueira.